O LAR É O CORAÇÃO DO ORGANÍSMO SOCIAL
Em casa, começa nossa missão no mundo. Entre as paredes do templo familiar, preparamo-nos para a vida com todos. Seremos, lá fora, no grande campo da experiência pública, o prosseguimento daquilo que já somos na intimidade de nós mesmos. Fujamos à frustração espiritual e busquemos no relicário doméstico o sublime cultivo dos nossos ideais com Jesus. O Evangelho foi iniciado na Manjedoura e demorou-se na casa humilde e operosa de Nazaré, antes de espraiar-se pelo mundo. Sustentemos em casa a chama de nossa esperança, estudando a Revelação Divina, praticando a fraternidade e crescendo em amor e sabedoria, porque, segundo a promessa do Evangelho Redentor, "onde estiverem dois ou três corações em Seu Nome", aí estará Jesus, amparando-nos para a ascensão à Luz Celestial, hoje, amanhã e sempre. Francisco Cândido Xavier. Da obra: Luz no Lar. Ditado pelo Espírito Scheilla. FEB.

O LAR VIVENCIADO A BASE DO EVANGELHO

Dos lares evangelizados sairão os primeiros frutos para um novo amanhecer que se aproxima. Seres reformados dentro dos princípios cristãos, os únicos que nos fornecerão uma vida de eterna felicidade. Neste momento, em que a Nova Era se aproxima, onde o avanço da ciência e da tecnologia se faz presente na vida dos filhos de Deus,no plano material, é estritamente necessário a vigilância dos pais com relação aos filhos, que ingressam na inovação das oportunidades e facilidades para percorrerem o universo, sem que dos seus lares se afastem. O perigo eminente em que as famílias se encontram, somente na conversação com seus filhos, no sentar e apresentar-lhes Jesus, nosso Irmão Maior, como Pastor das Almas, poderá nos ajudar a salva-los do grande turbilhão de dores e sofrimento no amanhã. Pensemos mais em como proporcionar aos nossos filhos a oportunidade de conhecerem o lado do bem ou do mal, mas procuremos vigiá-los e orientá-los, como é nosso dever de pais. Sentemos com a família uma vez por semana, e busquemos juntos o Evangelho Cristão, independentemente do segmento religioso nosso, pois os Princípios Sagrados não os exige. Para isso,é necessário que vejamos no Criador a fonte de Luz de que precisamos para sermos felizes, e que somente através do seu Filho Amado Jesus Cristo chegaremos até Ele. A juventude dos finais do século presente está conturbada com a gama de informações deturpadas a respeito de uma vida feliz. Confunde liberdade com o acesso aos maus princípios, através dos quais serão arrastados ao fundo do abismo e de lá terão grandes dificuldades á regressarem, sem dor e sofrimento. Não vos iludais, pais e mães, que a vós muito será cobrado. Se tiverem cumprido com a sua parte, também muito serão beneficiados, pela alegria de no amanhã, em um futuro bem próximo, verem seus filhos em uma vida feliz, e muitos de vós se regozijarão. Um lar sem o Evangelho é o reduto para as trevas, aonde influências deletérias de todas as ondas de estímulos serão emitidas as mentes de todos e principalmente, a dos seus filhos que ainda em matéria iniciam a nova caminhada para o seu refazimento espiritual. Sentai-vos com seus filhos antes de qualquer coisa, e façam do seu dia uma benção de luz e alegria pela oportunidade da vida. Não desperdiçais o momento para o refazimento de todos. Disciplinar a vida de seus filhos, organizando tarefas para a construção de uma vida feliz. “Vivei como o homem da vossa época, mas vivei com equilíbrio” – Jesus, para que no amanhã possam colher os frutos de uma boa árvore, brotada através da semente que vocês, pais e mães, semearam nos corações de seus filhos. Deus abençoará a todos vocês que passam pela vida material e dela colhem as verdadeiras riquezas para o vosso coração. Sedes fortes e corajosos, na luta contra a iniquidade. Levantem a bandeira da caridade e semeie de início no reduto filial, para onde foram enviados, com o dever de nele germinar os bons frutos para uma sociedade mais justa e mais humana no amanhã. Estaremos nos corações de cada um de vocês, principalmente daqueles que já compreenderam as suas funções junto aos seus filhos, que nosso Pai lhes emprestou para ajudá-los a sair das vias da perdição. O lar continua sendo o coração do mundo, muito embora muitos deles ainda se encontram emaranhados pelas riquezas materiais, esquecendo que foi no lar que o Mestre Jesus recebeu as suas primeiras lições de amor na vida, como filho de Maria e José, e dali distribuiu a todos nós. Lembrem-se: As riquezas materiais não são a única via de felicidade dos filhos de Deus, que retorna à escola do mundo material. Não devemos dar a estas o valor superior aos bens verdadeiros da vida, que a traça e a ferrugem não destroem, como assim nos ensina o Evangelho Sagrado de Nosso Senhor Jesus Cristo, nosso Irmão Maior. Que Maria, Mãe de todos nós, seja a protetora de todos os lares do Santo Universo do PAI.

sexta-feira, 7 de janeiro de 2011

2 comentários:

Linda Simões disse...

Lila,

Parabéns!

Ótimas reflexões.Estou lendo Maria de Nazaré (Miramez-joão Nunes Maia). Já leste?

Um abraço,

Linda Simões

Lila Piancó disse...

Minha querida, estou muito feliz em lhe encontar por aqui.Não lí ainda, mas tenho a certeza de que é maravilhoso,pois gosto muito dos livros do nosso querido João Nunes Maia.Um enorme abraço para você e volte sempre, que Jesus e Maria lhe proteja.